sexta-feira, 30 de agosto de 2013

BORDADO LIVRE A MAQUINA II ou 100º POST ou PANOS DE PRATO XX

O Jeito Mineiro de Ser, hoje, convida você, que chegou até aqui, para um cafezinho com pão de queijo quentinhos.



Desta forma comemoramos o nosso 100º post!
É, também, o 20º post se referindo aos panos de prato do Grupo de Costura!

Para quem é recém chegado, a história e a finalidade, do Grupo de Costura, podem ser encontradas AQUI .

Obrigada a todos os 88 seguidores que, por sinceramente gostarem, se registraram e a todos os outros leitores que têm nos prestigiado post a post!


Aproveito para contar que, desde o post nrº94 (AROEIRAS DO QUINTAL), estou respondendo a TODOS os comentários. Então, se você fez algum, pode ir olhar que tem resposta, viu?

***

O bordado livre a maquina é, bem "contemporâneo” ou "surrealista", como disseram a Marcia e a Maria Filomena, no seus comentários, no post anterior. De fato, pela modernidade, ele faz parte dos trabalhos que agradarão enormemente a alguns e para outros será “uma fiura”.

E, usando esta técnica que tem me deliciado, nasceram  alguns panos de prato para o Grupo de Costura.





E você, o que acha? Compraria algum deles na exposição do Grupo de Costura?

***

Crédito para a foto dos pães de queijo : http://www.soya.com.br/site/receitas/pao-de-queijo
Obs: A receita é uma adaptação da  tradicional de pão de queijo.

14 comentários:

  1. Eu compraria Egléa, ficaram lindos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Márcia!
      Já tenho uma opinião para a minha enquete!
      Um abraço!

      Excluir
  2. Oi Eglea.. nao sei a soutras mas eu adorei essa técnica, e para quem dificuldades em costurar certinho olha ai que ideia mais bacana de linda..ja to imaginando um trabalhinho rustico com juta..bordadinho assim..nossa vai ficar um tudo de lindo...n tinha visto ainda e ameiiiiiiiiii de verdade!! ficam lindos!! otimo findi pra vc bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Claudia!
      Bem, eu acho esta técnica mais difícil que costurar certinho... O trabalho é feito usando, na máquina, o pé calcador para quilt. Experimente e me conte depois, ok? Divirta-se!
      Bom fim de semana para você também!
      Um abraço!

      Excluir
  3. Olá Egléa...interessante essa técnica e o resultado é muito bonito !
    Bj
    Nilda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E muito gostoso de fazer.
      Bom fim de semana para você!
      Um abraço!
      Egléa

      Excluir
  4. Me encantan tus trapos de cocina, eso del bordado a máquina lo tengo q probar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Experimente e me conte depois, ok?
      Um abraço!

      Excluir
  5. Que resultado encantador, Egléa! Concordo com quem disse que parece uma pintura surrealista... parece mesmo!
    Amei as maçãs!
    ;)
    Ahh... postei o "Minas de mim pra vc" na quinta (acho)... deve estar repontando por aí...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São bem diferentes mesmo, não é? Acho que vou arriscar fazer mais algumas peças.
      Estou, sentada na porta, aguardando o carteiro.
      Um abraço!

      Excluir
  6. Engraçado fiz dois paninhos com essa técnica, deixei com a minha irmã, e ainda esqueci o cabo da máquina em alguma casa, agora tá difícil postar, fiz umas flores, adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, quero ver sim, viu? Ainda não fiz flores.
      Um abraço!

      Excluir
  7. oi Egléa que lindo meus parabéns adorei conhecer seu blog, venha conhecer o meu também.http://pontocruzdapri.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Compraria todos... mas vc tem razão. algumas pessoas acham um rabisco. Eu adoro. Vc poderia fazer um vídeo bordando... Iria adorar.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Seu comentário é importante para mim!
Um abraço
Egléa