sábado, 22 de novembro de 2014

PAISAGENS QUE VIAJAM DA JANELA DO CARRO PARA A MOLDURA

Pela janela do carro paisagens desfilam...

A paisagem...

Quem dera pudesse registrar todas e transforma-las em cartões bordados...

As vezes dá tempo de um clic, as vezes elas precisam ficar na memória, no coração...

Bom mesmo é quando elas pulam, para a ponta da agulha da maquina de costura, e se bordam em cartões postais de tecido...
O cartão...
A paisagem, o cartão, depois uma moldura... um objeto de decoração.

Objeto de decoração...
Qual seria a reação do seu coração se recebesse um cartão desses pelo correio?

Qual seria a reação do seu coração se  o cartão trouxesse, no verso, uma mensagem de carinho escrita?

Qualquer dia desses, vou fazer esta pergunta oficialmente, com direito a surpresas... 

Bom fim de semana!

terça-feira, 18 de novembro de 2014

O SABIÁ BRIGÃO VOLTOU!

Ele voltou!

Quem anda, aqui pelo blog e pelo meu quintal, conhece a história do sabiá brigão, o Neném ( aqui, aqui e aqui).
Pois é, ele voltou! Talvez a primavera...
Talvez, quem sabe,  queira mesmo é que seu canto fique embutido nos meus bordados... 


Ele tem um ritual. Chega, canta, canta, canta nas árvores próximas, vem e pousa no galho da espirradeira, no selim da bicicleta, na mesinha em frente a porta da oficina e daí investe contra seu próprio reflexo no vidro. De quebra, para marcar presença, faz uma “cagança” no chão. Voa, pousa novamente nas árvores e canta, canta, canta. Volta, pousa no galho da espirradeira, etc, etc... e assim vai, o dia todo.


Está maior, a cor laranja do peito mais acentuada, mais maduro e talvez por isto menos agressivo. Acredito até que só ataca o vidro para chamar minha atenção. Está também mais arisco e difícil de fotografar.
Ele é lindo e canta muito bonito.



Desta vez não vou fazer nada para que ele desista e, quando ele novamente partir, vou sentir muita falta dele. Ele venceu! Nosso amor está definitivamente consolidado.


segunda-feira, 17 de novembro de 2014

BRINQUEDINHOS NOVOS


Novos acessórios para a minha “Jeep” da Singer chegaram, semana passada. Acontece que eu estava envolvida com a exposição dos panos de prato e não tive tempo nem de entrar na oficina.
Mas, este fim de semana foi o tempo de curtir os novos brinquedinhos.

Verdade, verdade só experimentei dois. Os calcadores para quilting livre.

Quando comecei a pesquisar a técnica vi que cada bordadeira usava um diferente então, deduzi que, “vai do gosto do freguês”.
A minha professora Margarida (lembra dela? aqui) não usa nenhum.

Eu usava este, sem mola. Cismei que ele forçava a máquina – cisma minha mesmo, nada tenho que prove esta teoria. Então procurei os de mola.


Estou adorando este para fazer os “threadpainters”. Como é aberto posso visualizar bem, onde e como, os pontos vão acontecendo. E a mola me dá a sensação que a maquina está mais leve, fluindo melhor.


Eles são “genéricos”, fabricados pela Fadimex. Já é a minha segunda compra com eles, pela internet. O site é fácil de navegar; por telefone o atendimento, para os mil detalhes que solicito, é nota mil; o pedido chega bem embalado, no prazo previsto e o preço não é abusivo. Recomendo e esclareço que não estou ganhando nada com isto, apenas a dica de um bom e confiável fornecedor.

Agora é só trabalho e diversão com meus novos brinquedos!

Boa semana!