quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

REFORMA DA CADEIRA ou CADA MACACO NO SEU GALHO


Geralmente, sou uma fiel seguidora do ditado popular que diz: “cada macaco no seu galho”.
Mas, de vez em quando, eu tenho períodos de delírio e resolvo me aventurar por galhos que não são meus.
Nestas ocasiões, procuro abraçar o que, sinceramente, acredito que vou conseguir fazer.
E isto aconteceu com a minha nova cadeira da mesa do computador.

“Herdei” esta cadeira. Estava em perfeitas condições apenas o tecido do estofado muito, muito maltratado.


Na internet, vários tutoriais de como fazer o serviço. Parecia fácil, fácil. Coisa de se fazer numa tarde.
Animada e confiante comprei o tecido, o grampeador grande, arregacei as mangas e... mãos a obra! Lá fui eu, macaco enxerido, pro galho dos outros.

Desaparafusei, tirei grampos velhos, virei pra cá, virei pra lá, espichei tecido, grampeei, grampeei, grampeei...
Parei. Minhas mãos não tinham mais força para apertar o tal de grampeador de tapeceiro.

Dias depois, voltei ao trabalho. Mais grampeação...
Parei. Dias de pausa, para que as mãos – doloridíssimas a esta altura dos acontecimentos – se recuperassem.


Espichei mais tecido,  grampeei mais um pouco.

Até que estava ficando bonita a danada!


Hora de aparafusar encosto no assento. Quase mordo o cotovelo de raiva pois, isto deveria ter sido feito antes de prender o tecido e a tira de acabamento...

Mais uns dias de pausa para as minhas pobres e queridas mãos e para a raiva arrefecer.

Dias depois, determinada, me atraquei de novo com a cadeira e as ferramentas. Desfiz parte do trabalho, aparafusei o suporte do encosto no local certo, estiquei novamente o tecido, mil grampos, tira  de acabamento, mil grampos, pés aparafusados - claro que precisei da ajuda, de mãos mais fortes que as minhas, para esta etapa final -  pronto!

Ufa! Ufa! Ufa!



Tenho uma linda nova cadeira para a mesa do computador e duas certezas absolutas: CADA MACACO NO SEU GALHO e, estofamento, definitivamente, não é o meu galho!



7 comentários:

  1. A great transformation Eglea. xx

    ResponderExcluir
  2. Fantástico! Você é corajoso e inteligente! Foi muito bom !!!! :)
    Abraço: Palkó

    ResponderExcluir
  3. Looks like it was worth the effort! Enjoy!

    ResponderExcluir
  4. Ficou bonita, estou precisando de trocar o forro da minha.
    Uma boa ideia Eglea.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi muito bom ouvir o teu depoimento. Também tenho uma cadeira idem idem e comprei os materiais, inclusive o tal grampeador, mas fico adiando, adiando fazer a tal transformação. Agora sei que precisarei de ajuda, de mãos mais fortes que as minhas. Obrigada! E parabéns pelo resultado, ela ficou maravilhosa, perfeita!
      Um grande abraço,
      Heloisa

      Excluir

Obrigada pela visita!
Seu comentário é importante para mim!
Um abraço
Egléa